ALTA VIBRAÇÃO

 
 
 
 
 
 
 
 
 

O MEU TEU MUNDO

O teu mundo é tão doce

Aconchega o meu

Com uma terna leveza

Dança o meu no teu.

 

Tudo se engrandeceu

Duo, uno, livre o brilho nasceu

Forte, vivo e eterno

Vive o teu no meu

 

Há quem queira mudar o teu mundo,

Mas eu só quero estar aqui.

Há quem queira juntar dois mundos,

Como eu, só quero estar perto de ti.

 

Num abraço continuo

Pintas o melhor de mim

Restauras a beleza

De um ser sem fim

Há quem queira mudar o teu mundo,

Mas eu só quero estar aqui.

Há quem queira juntar dois mundos,

Como eu, só quero estar perto de ti.

O silêncio que me conduz,

O sorriso de te ver

O abraço do teu querer,

O sabor da nossa luz...

SEREMOS UM

Eu não vou mais compactuar

Custe o que tiver que custar

Nem mais um dia

Cúmplice dessa apatia

Que só causa azia

E me deixa na mão

Está na hora de acordar,

Mudar, dançar, 

Tirar os pés do chão

 

Dança, dança,

Dançar p’ra não viver em vão

 

E quando fores confrontado pelo teu irmão

Sorri e abraça-o, sente a compaixão

Todos nós vivemos em constante evolução

Está na hora de perdoar, amar, 

Plantar no mundo a união

 

Dança, dança,

Dançar p’ra não viver em vão

A vida é demasiado bela

Para não a valorizares

Por isso vive-a sem restrições

Mergulha fundo,

Puro, e no eterno

Seremos Um

HÁ MAR E MAR

Quando,

Todo o teu encanto mestre

Ensina a instigar, a nobreza do dar

O servir o teu par,

Brilharás

 

Tanto,

Foi na vida o quanto deste

De ti a sorrir, uma lufada d'ar,

Um alento ao teu par

Inspirarás

Há mar e mar, há ir e voltar

 

No entanto,

Nem sempre o pranto

Serás capaz de atenuar,

Mas há que tentar,

Há que continuar...

Lutarás

Há mar e mar, há ir e voltar

Amar o teu mar, em ti respirar

A par do teu par, caminhar

MAIS MAIS MAIS

Nos olhos fitos

Trazes a certeza dum puro coração,

Um sereno brilho

Reflecte a tua imensidão

 

Pensar em nada,

Que não te faça confusão,

Saber viver

Não passa por saber

O cerne da questão

 

Do mar ao céu

Vai uma longa canção, lição

Partilha e sente mais

Estima e sorri mais

Salta e dança mais

Arrisca e vive mais

 

Estar no momento

Dar-te-á uma leve sensação

Que tudo cai

E não mais espaço há

Para esperar pela razão.

 

Logo verás que tudo

Tende a ficar nu, cru, mudo e são

E esse é o momento, o eterno presente,

Ao qual todos se renderão

Do mar ao céu

Vai uma longa canção, lição

Partilha e sente mais

Estima e sorri mais

Salta e dança mais

Arrisca e vive mais

À DERIVA

Um dia a vida vai chegar ao fim

E nesse dia espero ter a consciência em mim

Adoraria ter-te perto de mim

Sorrir-mos juntos, e em paz enfrentarmos o fim.

 

Quero que saibas estou aqui para ti

Tudo o que sou está aqui e tudo te sorri

Todos os dias o amor que te dou

É a pura vida daquilo que lá no fundo sou

 

Não vou deixar-te à deriva

Tens um amigo até ao fim da tua vida

Não vais ficar à deriva

Juntos vamos encontrar uma saída

 

Juntos vamos celebrar a alegria

Vencer o medo de que o mundo nos sorria

Esta vida é por nós que se cria

Faz agora a tua boa ação do dia

Não vou deixar-te à deriva

Tens um amigo até ao fim da tua vida

Não vais ficar à deriva

Juntos vamos encontrar uma saída

 

Não vais ficar à deriva

Não te vou deixar à deriva

Não vais ficar à deriva

Dá-me a mão e celebra a poesia

TUDO PASSA

Sentado no meu quarto

Desperdiçando todo o tempo

Procurando preocupado

A fonte do meu talento

 

Os momentos foram intensos

E o tempo quase sempre ignorado

Tudo tão doce que eu via o mundo

Como se tudo tivesse mudado

 

Nunca tive a sorte de ter

Alguém que me elucidasse

Mas há-de chegar o dia em que

Eu vou ver que tudo na vida passa

 

Não sei mais o que sou

Nem sei mesmo o que fazer

Mas um dia estou certo que vou

Encontrar todo o meu ser

 

Nunca tive a sorte de ter

Alguém que me elucidasse

Mas há-de chegar o dia em que

Eu vou ver que tudo na vida passa

EU E TU AQUI

Imagino-te deitada no sofá

Toda nua coberta de paz

Abraçada livre à almofada, e lá

Vou eu, de mansinho, atrás

 

O sol da manhã afaga-te o rosto

Os olhos mimados sorriem de amor

Eu aqui a olhar para ti,

Eu aqui a sorrir para nós, que esplendor.

 

A brisa do mar entra pela janela

E traz com ela a vida no ar

Inspiramos juntos a união que muitos

Só podiam imaginar

 

Eu e tu aqui, ao sabor do momento

Eu e tu aqui, quero-o eternamente

Eu e tu aqui, ao sabor do momento

Eu e tu aqui, quero-o para sempre

 

E esse teu calor

Enche o meu peito de amor,

Enrola e revira o ardor

Que nos une e supre a dor

Eu e tu aqui, ao sabor do momento

Eu e tu aqui, quero-o eternamente

Eu e tu aqui, ao sabor do momento

Eu e tu aqui, quero-o para sempre

 

Acaricio-te toda a pele

Palpito nesse doce regaço

Eternizo a poesia como mel

E danço ao teu nobre compasso

AO TEU DISPOR

Nunca mais esqueço

O dia em que ela chegou

A chorar, a soluçar,

Não conseguia nem falar

 

O amor contagiou

E o seu sorriso voltou

 

Eu tenho mais amor,

Tenho mais amor,

Ao teu dispor

 

A sua pele fria

Arrepiava, e eu derretia

Eu estava bem, mas

Era por mim que ela temia

O amor contagiou

E o seu sorriso voltou

Eu tenho mais amor,

Tenho mais amor,

Ao teu dispor

CORAÇÃO TURVO

Afastou-se tanto, tanto de si

Tanto que já nem a sua alma sorri

Não se lembra quais as suas paixões

E agora tudo-lhe sabe a doces ilusões

Persegue o que te dá prazer

E escreve a tua poesia

Sente o coração a bater

Aproveita cada dia

 

Quer recuperar a sua vida original

Simples, bela e, para alguns, banal

Mas terá que se reconstruir de novo

Voltar à sua essência e em si pulsar o todo

Persegue o que te dá prazer

E escreve a tua poesia

Sente o coração a bater

Aproveita cada dia

 

Aproveita bem cada dia

Como se fosse o último

Vem ser tudo o que podes dar

O futuro é agora que o deves moldar

A leveza deste efémero lar

A qualquer momento te surpreenderá

 

 

O silêncio é o segredo no teu olhar,

A surpresa, o encanto do teu ar,

O aconchego de um sereno crepitar,

Eleva-te aos céus e faz-me flutuar

 

 

Rasga tudo o que te possa limitar

Supera sempre com certeza ao caminhar

Vence tudo o que houver para conquistar

E dá a mão a quem te quiser acompanhar

 

 

Vem ser, tudo o que podes dar

Vem ser, tudo o que podes dar

Vem ser, tudo o que podes dar

Vem ser, tudo o que podes dar

VEM SER

LETRAS